domingo, 25 de julho de 2010

Cogumelos

Cogumelos não são vegetais, eles fazem parte de um reino diferente: os fungos.

Eles possuem grande quantidade de proteína com traços de minerais e vitaminas. Especialmente o shitake, contém grande quantidade de potássio com 2500 mlg em 110 g, enquanto os outros cogumelos fornecem apenas 300 mlg na mesma quantidade.

Além de fontes de vitaminas, minerais e proteínas, os cogumelos ainda ajudam a diminuir o colesterol, reforçando a imunidade e dando alguma proteção contra alguns tipos de câncer.

Eles tem poucas calorias e sódio, mas são contra-indicados para pessoas que sofrem de hiperuricemia (presença alta de ácido úrico no sangue) e cálculos urinários.

Preferencialmente, não os coma crus, pois contém toxinas que o cozimento destrói.

Postamos duas receitinhas com cogumelos para quem não souber como consumi-los, já que fazem tão bem à saúde e são deliciosos.

Salada de Shitake

Essa salada é criação da minha mãe e fico feliz por ela ter que testar algumas vezes até definir a receita definitiva para colocar no blog, pois isso significa que tive que provar várias vezes e eu amei essa salada. Eu como uma "viciada" em shitake não tinha como não gostar...

Salada de Shitake


- 2 bandejas de shitake (1 cogumelo grande por pessoa)
- folhas variadas
- 2 fatias de pão italiano em cubinhos
- 3 funghi secos já hidratados e bem picados
- cebolete
- queijo tipo grana ou parmesão
- 1/2 dente de alho bem picadinho
- azeite a gosto
- sal e pimenta a gosto

Fritar os cogumelos inteiros com azeite e depois fatiar em 6 pedaços. Colocar sal, pimenta e alho na frigideira e deixar dourar um pouco. Depois tranferir para uma tigela, juntando a cebolete picada. Aproveitar a mesma frigideira colocando mais um pouco de azeite e juntando o cubinhos de pão com o funghi. Deixar dourar e reservar.

Em uma tigela colocar as folhas e os shitakes, regar com azeite e misturar. Temperar com sal e pimenta e distribuir em pratos individuais. Colocar o queijo (fatiado com descascador de legumes ou ralado com ralo grosso) por cima e salpicar os cubinhos de pão com funghi.
Bom apetite!

Cogumelos Recheados

Na minha opinião, a salada aqui seria dispensável, mas para o bem da minha consciência, acrescentamos umas folhinhas, pois adoro esse cogumelo.

Cogumelos Recheados


- Cogumelos paris tamanho médio
- 2 col. de sopa de queijo cottage
- 2 tomates secos picadinhos
- sal e pimenta a gosto

Retire os talos dos cogumelos e emborque-os em um tabuleiro com papel alumínio por baixo. Coloque um pouco de sal e reserve. Misture o queijo com o tomate seco, temperando a gosto e recheie os cogumelos. Leve ao forno (previamente aquecido) por 20-30 min. Sirva com uma saladinha verde.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Salada Waldorf




A clássica Salada Waldorf foi criada na virada do século passado pelo maître - d'hotel Oscar, no Hotel Waldorf de Nova York.
Hoje em dia existem diversas adaptações desse clássico. Muitos já inventaram e reinventaram em cima dela.





Salada Waldorf


- 1 xic. de maçã verde picada
- 1 xic. de talos de aipo (salsão) picado
- 1/4 de xic. de nozes
- 1/4 de xic. de passas
- 1/4 de xic. de maionese light (para um molho mais leve usar maionese light com creme de leite fresco, na proporção de 1:1)

Misture todos os ingredientes e deixe na geladeira por 1 hora antes de servir (ela fica mais gostosa gelada).


Usamos algumas folinhas de endívia que sobraram da salada de Endívia com Molho de Gorgonzola para fazer barquetinhas de endívia com Salada Waldorf.


A salada Waldorf é servida hoje no hotel com esse formato, mas eles usam vinagrete com trufas pretas ao invés de papoula.

Endívias com Molho de Gorgonzola

Apesar de eu não gostar de fruta na salada de um modo geral, adoro salada com pera. Ainda mais com molho de gorgonzola. Além dessa, tem uma outra receita que também leva essa combinação. Vou sugerir à minha mãe para a gente fazer em breve, pois assim como essa, é uma delícia.

Endívias com Molho de Gorgonzola


- 3 endívias lavadas e secas
- 2 peras em fatias e com casca
- salsinha a gosto picada grosseiramente
- estragão a gosto picado grosseiramente
- nozes a gosto para salpicar
- pequenos pedaços de gorgonzola para salpicar

Molho:
- 50g de queijo gorgonzola
- 50g de creme de leite fresco
- 1 col. de sopa de vinagre de maçã
- 5 col. de sopa de azeite
- 6 col. de sopa de água
- sal e pimenta a gosto

Bater os ingredientes do molho por 15 segundos no liquidificador. Depois misturar as endívias, as peras e as ervas. Colocar um pouco de molho para envolver. Arrumar nos pratos individuais e regar com mais um pouco de molho. Enfeitar com as nozes e os pedacinhos de queijo.

Mozzarella de Búfala no Azeite

Sabe aquela mozzarella que sobrou depois de fazer uma salada e que vai ficar estragando na geladeira? Uma ótima solução é colocá-la no azeite com temperos, pois assim ela não estraga tão rapidamente e fica uma delícia para comer com pão, ou colocar em outra salada também. Mas também não precisa ser feito só com sobra de mozzarella. Gostamos tanto aqui em casa que minha mãe usou o pote todo de mozzarella e fez um vidrão.

Mozzarella de Búfala no Azeite


- 1 pote de 250g de mozzarella de búfala tipo bolinhas (o mais fresco possível) previamente escorridas
- 1 xic. de azeite
- 1/2 dente de alho
- 1/2 col. de chá de sal
- pimenta do reino a gosto
- pimenta caalbresa a gosto
- 2 col. de chá de orégano

Misturar todos os ingredientes do molho. Envolver as mozzarellas com ele e colocar em um vidro. Preencher com azeite até cobrir todas as bolinhas. Deixar apurar na geladeira pelo menos por 1 semana.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Afinal, o que é um tomate?

Para fechar nossa temporada do tomate, resolvi responder essa questão que está no ar há muito tempo. Achei que tivesse resolvida com a resposta: tomate é um fruto. Mas o que é um fruto? Bom, vamos esclarecer algumas coisas...
fruto: 1. (bot.) órgão gerado pelos vegetais floríferos, e que conduz a semente, carpo.
2. fruta
Então, botanicamente falando, o tomate é realmente um fruto.
Eu adoro essa série de vídeos e mal podia esperar uma oportunidade para colocar no blog, afinal, é sobre uma laranja irritando diversos vegetais (e outras coisas de vez em quando). Eu adoro e já vi todos...


video

Se a qualidade estiver ruim, ou quiserem ver os outros vídeos, tá aqui o link do youtube:

Salada com Chutney de Tomate

O chutney é tão bom que minha mãe fez um molho com ele. Uma delícia.

Salada com Chutney de Tomate


- Frango cozido e desfiado grossamente a gosto
- Amêndoas picadas e torradas a gosto

Molho:
- 2 col. de sopa de chutney de tomate
- 3 col. de sopa de azeite
- 3 col. de sopa de óleo de milho
- 6 col. de sopa de água
- 1 col. de sopa de vinagre de vinho branco (opcional, só se o chutney estiver muito doce)

Bata com um batedor manual e reserve.

Arrume as folhas em um prato, coloque o frango e depois o molho e por último salpique com as amêndoas e sirva imediatamente.

Obs.: tomate cozido misturado com óleo/azeite garante a absorção de licopeno.

Bom apetite!

Chutney de Tomate

Saímos um pouquinho do tema saladas, mas só para finalizar a temporada de tomate. Adoro esse chutney e achei ótimo minha mãe querer colocar no blog, pois assim ela precisou fazer de novo.

Chutney de Tomate


- 3 a 4 dentes de alho
- 1 pedaço (de aproximadamente 3cm) de gengibre picado
- 250ml de vinagre de vinho branco
- 1kg de tomate
- 200g de açúcar cristal (se o tomate estiver muito maduro, coloque somente 180g)
- 1 1/2 col. de chá de sal
- 1 pequena pitada de pimenta calabresa
- 2 col. de sopa de passas brancas
- 2 col. de sopa de amêndoas sem pele e picadas

Tire a pele e as sementes dos tomates e reserve. Bata no liquidificador o alho, o gengibre e 1 xic. de vinagre. Numa panela coloque a pasta de alho e gengibre, os tomates, o vinagre, o açúcar, o sal e a pimenta. Deixe ferver em fogo baixo, com a panela tampada por 1 hora, mexendo de vez em quando.
No final acrescente as passas e as amêndoas e deixe cozinhar por mais 5 minutos ou até dar o ponto de geleia ou a mistura desprenda da panela.
Se quiser guardar por mais tempo, freva um pote de vidro (a tampa também) e depois coloque o chutney ainda quente. Tampe, vire de cabeça para baixo e deixe esfriar.